Publicado em 05.01.2018 às 20:04

Educação em 1º Lugar

Maior patrimônio de um País, a Educação vem sendo tratada em segundo ou terceiro plano no Brasil. O baixo rendimento revela a gravidade do problema de desenvolvimento da educação básica, conforme índices nacionais e internacionais. Situação que poderia ser chamada de “constrangedora” se comparada ao legado dos imigrantes alemães, que há 194 anos desembarcaram em solo brasileiro e, no meio da mata, com poucas condições construíram sua história com ênfase no ensino. Com o propósito de melhorar posições nas avaliações, o Instituto São Leopoldo 2024 e o Grupo Sinos lançam o desafio BICENTENÁRIO – EDUCAÇÃO EM 1o LUGAR. A ação pretende conscientizar e ativar as comunidades dos 52 municípios que compõem os quatro Conselhos Regionais de Desenvolvimento da Região Sul – Coredes. Portanto, unir esforços e integrar os 2.328.625 habitantes na busca da REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO até o final de 2024. Com apoio de entidades representativas do ensino no Rio Grande do Sul, a proposta é atingir e superar as metas fixadas pelo Ministério da Educação (MEC), uma questão de honra para todos os envolvidos.


Objetivo é ser referência

De 2018 a 2024, o alcance das metas estabelecidas dependerá de um trabalho conjunto para a melhoria contínua da qualidade do ensino, o resgate da valorização dos professores, a motivação de alunos e pais, o engajamento de autoridades e comunidades. Os conteúdos e análises serão, mensalmente, publicados nos jornais do Grupo Sinos – Jornal NH, Jornal VS, Diário de Canoas, Jornal de Gramado, Correio de Gravataí e Diário de Cachoeirinha – e em suas plataformas digitais. A ação BICENTENÁRIO – EDUCAÇÃO EM 1o LUGAR terá suas atividades acompanhadas por uma Comissão Organizadora, formada por Undime, CRE, Sinepe, secretarias municipais de Educação, universidades, Prefeituras, Câmaras de Vereadores e entidades empresariais.

 


“Todos são responsáveis e devem contribuir para a melhoria dos indicadores. Somente com união recolocaremos a educação em 1o lugar, pódio do qual nunca deveria ter saído.”

Sérgio Dienstmann Presidente do Instituto São Leopoldo 2024


“Não se começa uma construção pela parte superior, e sim pela base. Logo, é importante que os governos propiciem educação infantil e fundamental de qualidade.”

Mário Gusmão Presidente do Conselho de Acionistas do Grupo Sinos





COREDES ENVOLVIDOS - 2.328.625 habitantes


 COREDE 1 Araricá, Campo Bom, Canoas, Dois Irmãos, Estância Velha, Esteio, Ivoti, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Portão, São Leopoldo, Sapiranga e Sapucaia do Sul.


 COREDE 2 Alto Feliz, Barão, Bom Princípio, Brochier, Capela de Santana, Feliz, Harmonia, Linha Nova, Maratá, Montenegro, Pareci Novo, Salvador do Sul, São Pedro da Serra, São Sebastião do Caí, São Vendelino, São José do Hortêncio, São José do Sul, Tupandi e Vale Real.


 COREDE 3 Igrejinha, Lindolfo Collor, Morro Reuter, Parobé, Presidente Lucena, Riozinho, Rolante, Santa Maria do Herval, Taquara e Três Coroas. Cachoeirinha e Gravataí também farão parte da ação.


COREDE 4 Cambará do Sul, Canela, Gramado, Jaquirana, Nova Petrópolis, Picada Café e São Francisco de Paula